Blog do Portal

Você sabe a importância da manutenção preventiva no veículo?

maio 24, 2017

A maioria das pessoas que possuem um veículo costuma tratá-lo como um verdadeiro membro da família.

Mesmo assim, não é incomum que a manutenções preventivas sejam omitidas — da mesma forma que os nossos check-ups médicos são simplesmente ignorados — e o carro acabe estragando e causando prejuízos e transtornos inesperados.

O post de hoje apresenta justamente essa questão: por que é tão importante manter o veículo sempre com as manutenções em dia e quais são as vantagens disso?

Essas e outras questões serão respondidas nos tópicos a seguir:

Afinal, o que é manutenção preventiva?

A manutenção preventiva, como o próprio nome já diz, serve para que a verificação dos itens seja realizada de forma a se antecipar a problemas, como avarias, desgastes e quebras.

A definição do período para que essas verificações ocorram não é feita de maneira aleatória. Normalmente, o manual do proprietário do veículo ou em outros meios de consulta apresentam sugestões relacionadas a isso.

Elas se baseiam em estudos de durabilidades das peças com referência na média de utilização de determinado tipo de veículo.

Quais são as vantagens da realização da manutenção preventiva?

Muitos proprietários de veículos simplesmente ignoram a ideia de encaminhar seu carro para um serviço preventivo de verificação de itens importantes para o funcionamento do automóvel.

Mas saiba que isso poderá lhe trazer uma série de vantagens — na maioria dos casos, indispensáveis para que você trafegue tranquilamente em seu dia a dia.

Dentre elas, as principais são:

Economia

Uma das razões para a realização da manutenção preventiva do veículo no tempo correto é a economia, visto que evitar gastos nesse sentido é um barato que pode sair bem caro no futuro.

Uma peça quebrada ou funcionando inadequadamente — o que poderia ser previamente diagnosticado em uma manutenção — provavelmente terá o custo de reparo bem maior do que se o problema fosse identificado antes.

Segurança

Um veículo sem a devida manutenção preventiva pode ser uma verdadeira bomba-relógio, principalmente para quem viaja constantemente.

Imagine que seu carro esteja em alta velocidade e, de forma inesperada, apresente algum problema nos freios, câmbio, pneus ou parte elétrica?

A consequência disso pode ser um acidente gravíssimo envolvendo você e sua família.

Veja alguns cuidados essenciais para dirigir com segurança. 

Eficiência

A manutenção preventiva serve para deixar o veículo com as regulagens mais adequadas para o seu devido funcionamento.

Consequentemente, o consumo de combustível será menor, fazendo com que você economize uma boa quantia de dinheiro ao longo do tempo.

Seu carro também se tornará menos poluente com esse tipo de atitude — e o meio-ambiente agradece!

Valorização

O cuidado com as manutenções preventivas no tempo correto acarretará em uma maior valorização do veículo em caso de revenda.

Os recibos entregues nas passagens pelas revisões são diferenciais relevantes a serem apresentados para um potencial comprador.

Quais itens são verificados na manutenção preventiva?

Cada fabricante ou oficina especializada possui o seu próprio esquema de manutenções a serem feitas nos veículos que estão sob sua responsabilidade.

No entanto, existem alguns procedimentos que são padrão em todos os casos. Veja quais são os itens que não podem ficar de fora da revisão:

Pneus

Além da tradicional verificação para ter a certeza que os pneus não estão demasiadamente desgastados ou necessitam de rodízio entre eles, é feita a devida calibragem, levando em consideração o tipo de terreno em que o proprietário trafega mais.

Além disso, qualquer manuseio realizado nos pneus requer que o alinhamento destes seja verificado e refeito caso necessário.

Entenda os riscos de não calibrar os pneus! 

Suspensão

O conjunto de suspensão dos veículos necessita de constante atenção, dado o desgaste natural que ele sofre com o decorrer do tempo.

Um veículo com a suspensão desgastada ou mal acondicionada pode ficar extremamente desconfortável e pouco seguro, podendo acarretar graves acidentes em função da falta de manutenção.

Fluido de freios

O fluído de freios é outro item que frequentemente “passa batido” nas preocupações dos proprietários dos veículos.

Trata-se do líquido que faz com que o sistema hidráulico de frenagem funcione da forma devida. Esse fluído costuma se secar ao longo do tempo, fazendo com que os freios se tornem ineficientes.

Óleo do motor e outros líquidos

É fundamental estar sempre atento ao nível do óleo do motor. Trata-se de um item com a manutenção relativamente barata diante do estrago que pode ser feito caso esse componente não tenha a sua troca realizada no período correto.

O reparo de um motor fundido em função disso pode chegar ao valor de um terço do veículo.

Junto à verificação do nível e da textura do óleo do motor, outros líquidos também são normalmente verificados — como o que serve para o arrefecimento do radiador e o nível do tanque de água nesse mesmo sistema.

6 coisas que você precisa saber sobre a troca de óleo do seu carro! 

Filtros

Também é importantíssimo que, de tempos em tempos, os filtros de ar e combustível também tenham suas condições verificadas.

O filtro de óleo deverá ser substituído sempre que o óleo do motor for trocado.

Como fazer um check list de manutenção preventiva?

No caso dos veículos novos, o manual do proprietário descreve quais são os itens verificados em cada revisão.

Caso você esteja pensando em adquirir um veículo usado, verifique o histórico das manutenções realizadas para se certificar de que nenhum item deixou de ser analisado.

De quanto em quanto tempo devo fazer a manutenção preventiva?

De quanto em quanto tempo deve ser realizada a manutenção preventiva do carro

A manutenção preventiva deverá respeitar o tempo e a quilometragem indicada pelo fabricante no manual do usuário. Geralmente, a indicação é que ela seja feita de 6 em 6 meses, ou a cada 10 km rodados.

Nos veículos usados, é recomendável seguir a sequência indicada para as primeiras revisões sugeridas pelo fabricante.

Em caso de viagens mais longas, o veículo sempre deverá passar pela verificação dos principais itens — como pneus, óleo, suspensão, filtros, freios etc.

A manutenção preventiva do veículo não diz respeito apenas ao seu meio de transporte, mas também ao seu bolso e à sua segurança, assim como de toda a sua família.

Para não ser pego desprevenido, procure criar uma reserva financeira para que seu carro nunca fique sem a devida manutenção e você possa andar sempre tranquilo.

E para receber muito mais dicas sobre cuidados e manutenção preventiva em seu veículo, assine a nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades do blog!