Blog do Portal

Luzes de alerta: quais são e o que significam?

novembro 23, 2018

Você sabe o que significam as luzes de alerta do seu carro? Saber diferenciá-las é importante não somente para a segurança do motorista e dos passageiros, mas também para deixar a manutenção do carro em dia, evitando qualquer problema mais grave que possa ser irreversível.

Todas as luzes são extremamente úteis, podendo informar coisas básicas, como nível de combustível e óleo, até destacar algum problema mais sério, mesmo quando seu veículo não apresenta nenhum sintoma. Para ajudar você a nunca mais se confundir, listamos alguns tipos de luzes de alerta, o que elas significam e quais ações você deve tomar ao vê-las acesas no seu painel. Quer saber quais são? Então, continue lendo este post!

Cores

Antes de conhecermos quais são os indicadores do painel, é preciso entender que, em geral, eles têm cores diferentes. Cada uma dessas cores serve para indicar o nível de importância das informações. Por exemplo, algumas luzes são apenas informativas, outras indicam problemas pontuais e, por fim, algumas são emergenciais.

Verdes ou azuis

São usadas para luzes de caráter informativo, indicando que algum acessório ou equipamento está ligado. Elas permanecem acesas enquanto o componente em questão estiver em uso. Por exemplo, quando os faróis estão acesos, um sinal luminoso permanece ligado no seu painel.

Amarelas ou laranjas

Essas cores costumam indicar uma falha moderada. Ou seja, o problema não impedirá o carro de funcionar. Mas se não corrigido, ele pode se agravar e causar distúrbios e prejuízos maiores. Por isso, é importante não negligenciar os alertas dessas cores.

Vermelhas

Como era de se esperar, as luzes de alerta na cor vermelha são de caráter emergencial. Se uma luz vermelha acendeu no seu painel, pare o carro imediatamente e busque auxilio, pois o problema pode levar a acidentes de trânsito ou a uma perda total do automóvel.

Principais avisos luminosos

Fluido de freio ou freio de estacionamento

Esse sinal, um círculo com um ponto de exclamação, é bem comum de ser visto quando damos partida no carro. A princípio, significa apenas que o freio de mão está acionado. Mas caso continue acesa durante o percurso, pode indicar possíveis problemas no freio ou que o fluido está perto de atingir o mínimo necessário para o funcionamento do veículo.

Se ela estiver acesa, não se desespere: verifique se o freio de mão está 100% abaixado. Caso esteja, estacione o veículo em local seguro. Verifique no manual do usuário qual o fluido de freio do seu veículo. Complete o reservatório do cilindro mestre e cheque novamente. Se ainda assim a luz permanecer acesa, leve seu carro até um mecânico, pois problemas como vazamentos podem estar acontecendo.

Freio ABS

A luz de alerta do freio ABS indica que há uma falha momentânea nesse sistema, que é um conjunto que auxilia a frenagem do veículo sem travar as rodas. O freio ABS garante mais segurança, pois não há derrapagem ou deslize aquático.

Se esse sistema falha, mas os freios normais continuam em funcionamento, não há motivos para desespero. Porém, se ambas as luzes estiverem acesas, pare o carro imediatamente, pois o veículo não está mais seguro.

Injeção eletrônica

A luz de injeção eletrônica tem a cor amarela e também acende no momento da ignição, mas deve apagar logo em seguida. A injeção eletrônica é o sistema que controla a quantidade de ar e combustível que entra no motor do carro. 

Quando feita de maneira correta, ela define a combinação perfeita para cada faixa de rotação do motor, diminuindo a emissão de poluentes e otimizando o consumo de combustível. A luz de injeção pode ter formato de motor, de triângulo ou de um raio. Se estiver em dúvida sobre qual é a do seu veículo, basta checar no manual do proprietário.

A luz de injeção acende quando há algum problema em qualquer uma das peças do conjunto. Por ser um sistema complexo, a recomendação é que se procure uma oficina especializada, que tenha um scanner capaz de fazer a leitura de todo o grupo.

Os problemas de injeção eletrônica podem ser bem simples de arrumar, tais como eletro injetor sujo, cabo de vela e defeitos causados por combustível adulterado. Além da luz do painel, o carro pode mostrar outros sintomas, como dificuldade de partida, aumento excessivo do consumo de combustível, perda de potência e aceleração em marcha lenta.

Bateria

A bateria é uma das luzes de alerta representada pela cor vermelha. Quando acesa, não significa necessariamente que há um defeito. Mostra, na verdade, que a bateria não está sendo carregada naquele momento. Se o problema persistir, o carro vai parar por falta de energia.

O defeito está no alternador, que é a peça responsável por manter a bateria carregada. Recomenda-se levar o carro para a oficina, pois o problema pode ser simples, como um fio solto ou uma correia arrebentada, ou um defeito interno, que exigirá a troca completa do alternador, principalmente se for um carro com bastante quilometragem.

Uma forma de saber se a correia está solta ou quebrada é a combinação de luz da bateria acesa e de direção hidráulica pesada. Após a luz se acender, não é necessário pânico: apesar de vermelha, você ainda tem alguns minutos para andar sem descarregar a bateria.

Óleo

A luz de óleo, representada por uma espécie de chaleira, é uma das que mais se deve prestar atenção. Ela pode indicar que o seu motor está sem lubrificação. E, sem isso, o motor pode fundir. Isso significa perda total do seu veículo. Entendeu o tamanho do prejuízo?

Se a luz de óleo acender é imprescindível parar e checar se não há vazamentos. Caso haja, não é recomendável dar partida novamente. Portanto, chame um guincho e leve seu carro para uma oficina de confiança. Se vazamentos não forem identificados, uma nova partida até pode ser dada, mas recomenda-se que você se dirija imediatamente para uma mecânica.

Além da luz, é importante fazer checagens semanais no nível do óleo com o carro frio e em local plano. As trocas de óleo também devem seguir à risca as recomendações da montadora.

Essas são as luzes de alerta mais comuns e importantes que podem aparecer no seu painel. Manter o carro sempre em bom funcionamento é fundamental para a segurança. A negligência, mesmo que vise economia, pode gerar prejuízos na forma da ampliação dos problemas mecânicos, multas e acidentes de trânsito. Por isso, fique atento!

Agora que você já sabe como cuidar do seu veículo, que tal conferir nossas dicas para escolher um carro sedã? Temos certeza de que você vai adorar!