Blog do Portal

Carro parado: 5 dicas para cuidar do seu automóvel pouco usado

abril 23, 2020

Mudanças na rotina, problemas mecânicos ou, até mesmo, um período maior de descanso da família podem fazer com que o uso do automóvel diminua e, por consequência, ele passe longos períodos parado na garagem. Apesar de ser uma realidade comum, alguns cuidados básicos devem ser adotados para evitar que o carro parado gere problemas.

Com o carro muito tempo parado, seja na garagem de casa ou em estacionamento alugado, o funcionamento pode ser comprometido por elementos tão comuns do carro que talvez você nunca tenha se atentado que eles poderiam fazer algum mal. Por isso, selecionamos algumas dicas para ajudar você a cuidar do seu veículo e evitar surpresas desagradáveis.

De olho no combustível

Muita gente não sabe ou nunca pensou que a gasolina tem um prazo de validade. Isso mesmo! As características químicas permanecem inalteradas durante um tempo, mas com um mês, mais ou menos, a gasolina começa a perder qualidade.

Em um processo comum aos produtos químicos, depois do período de validade a gasolina começa a criar impurezas, resíduos que sujam e entopem o filtro de combustível. Desse modo, com o carro na garagem, sem funcionar, surgem danos aos bicos injetores no motor.

Para evitar que isso aconteça com o seu veículo, é indicado abastecer a quantidade suficiente para ser consumida entre uma semana e 15 dias, evitando exageros. 

Carro parado: cuidados com água e escapamento

Ainda sobre combustível, é de conhecimento geral que o álcool utilizado atualmente tem um percentual significativo de água. Engana-se quem acha que a gasolina está livre disso, já que sua fórmula contém álcool. 

Por isso, essa dica é para quem utiliza qualquer uma dessas opções. Com o carro parado por muito tempo, a água presente nos combustíveis se concentra no sistema de escape. 

Isso pode ocasionar diversos danos, entre eles, a corrosão do abafador do escapamento. Ou seja, em curto prazo, aparecerá um buraco no sistema de escape, incluindo o silenciador e o catalisador.

Limpeza no ar-condicionado

Como um item indispensável na maioria dos automóveis, o ar-condicionado requer muito cuidado, porque sua capacidade de resfriar o ambiente também causa umidade nos dutos de ventilação interna.

Isso quer dizer que a criação de fungos, bactérias e outros microorganismos que causam problemas respiratórios se favorecem e se proliferam. Portanto, é imprescindível limpar ou até mesmo trocar o filtro do ar, eliminando o odor que surge quando o carro está fechado há muito tempo.

Calibragem dos pneus

Mesmo com o carro na garagem, mantenha os pneus cheios. Eles são formados por borracha e, internamente, têm uma cinta de metal para garantir resistência e as dimensões corretas. Quando o carro fica parado por muito tempo, com os pneus murchos, a cinta perde seu formato original.

Dessa forma, quando o carro se movimenta novamente, o pneu deformado assume dimensões quadradas, o que só prejudica sua circunferência. Logo, a cinta danificada causa trepidações, principalmente nos pneus dianteiros, indicando a perda do balanceamento.

Por isso, a orientação é sempre calibrar os pneus quando for abastecer, possibilitando que eles voltem às dimensões normais de uso.

Limpeza e cuidados gerais com o carro parado

Essa dica de ouro vale para todos os momentos em que você não tiver planos de uso do carro. A orientação é sempre mantê-lo higienizado e limpo, interna e externamente.

Além disso, é importante limpar o local em que o carro ficará, evitando que animais, poeiras ou até as condições climáticas prejudiquem a lataria, a pintura e a estrutura do veículo. Assim, você evita o desgaste do automóvel, mantendo-o limpo, seguro e protegido.

Outro ponto importante a ser observado é ligar o carro para esquentar o motor sempre que possível. Assim, vale estar atento às dicas adicionais:

  • Mesmo que não seja possível utilizá-lo com frequência, vale a pena realizar passeios curtos pela vizinhança por pelo menos 20 minutos. Isso garante que o óleo e o líquido de arrefecimento permaneçam em boas condições e o motor gere energia para não deixar a bateria perder a carga.
  • Crie o hábito de ligar o carro pelo menos uma vez por semana. Isso evita que a bateria perca carga e te deixe na mão quando você mais precisar.
  • Fique atento ao óleo do motor. Se o carro passar muito tempo parado, o óleo pode perder as características de lubrificação. Tal problema pode ser evitado ligando o carro rotineiramente. Além disso, é importante estar atento à validade indicada pelo fabricante.

Com essas dicas, você manterá o carro parado na garagem, mas com os devidos cuidados para preservar as partes essenciais, garantindo o funcionamento na hora de voltar à rotina. Para mais dicas de conservação do automóvel, confira outros posts do nosso blog.